Votação da previdência fica para depois do recesso

A votação do projeto de lei que altera a previdência dos servidores públicos de Porto Alegre ficará para depois do recesso da Câmara de Vereadores, que vai de 17 a 31 de julho. O projeto esteve na pauta das sessões de sexta-feira, dia 13, e de segunda-feira, dia 16, mas não chegou a ser apreciado. A proposta do Executivo cria um regime de previdência complementar para os servidores que queiram se aposentar recebendo o mesmo salário da ativa, caso o vencimento seja maior que o teto do INSS. Contudo, mais de 30 emendas de vereadores foram protocoladas e ainda não foram debatidas. A Ascontec seguirá acompanhando as discussões sobre este tema.